close

Notícias

Notícias

Senge-CE oferece cursos no mês de dezembro

WhatsApp Image 2021-01-25 at 13.59.05

O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará Senge-CE promoveu, no mês de dezembro, dois cursos para os sindicalizados e demais interessados em desenvolver mais habilidades em suas funções de trabalho, sempre com foco na área da engenharia. Em parceria com a Geodata Engenharia, foi realizado o curso de Topografia com Drones. Dentre as diversas ciências existentes na engenharia, a Fotogrametria Digital utilizando imagens capturadas por drones tomou o seu espaço para complementar e automatizar a topografia no campo e em escritório.

“O Senge Ceará está sempre inovando na busca por novidades. Os cursos oferecidos têm o objetivo de capacitar o aluno por meio de conhecimentos técnicos e científicos, além da prática operacional em equipamentos e softwares modernos, para ingressar no mercado de forma profissional. Além de oferecer os cursos, fizemos o sorteio de bolsas de 100% para os nossos sindicalizados”, ressalta Teodora Ximenes, presidente do Senge-CE.

Os drones possuem câmeras com finalidade de obter imagens aéreas que são capazes de gerar dados topográficos com mais detalhes e rapidez se comparados aos levantamentos realizados de forma tradicional, como estações totais ou receptores GPS RTK.

Dependendo do projeto, um drone pode realizar em poucas horas um trabalho que poderia demorar dias com equipamentos convencionais. Além disso, o drone entrega a imagem completa, enquanto a topografia geralmente fornece pontos, linhas e polígonos. Por outro lado, equipamentos convencionais são imprescindíveis para executar algumas tarefas que não podem ser executadas com drones com sensores ópticos, como levantar pontos abaixo da vegetação. Técnicas tradicionais também são usadas para coletar as coordenadas em campo de pontos de apoio e de controle, usados no processamento das imagens coletadas com drones.

Outro curso oferecido pelo Senge-CE, em parceria com o Instituto Brasileiro de Educação Continuada (INBEC), e que teve início no último dezembro, foi o MBA em Plataforma BIM. Com a evolução das ferramentas tecnológicas, podemos afirmar, nos dias atuais, que a implementação BIM (Building Information Modeling) representa uma evolução dos processos convencionais (CAD), nas práticas de concepção, produção, gestão, entrega de projetos arquitetônicos e execução de obras, como também uma revolução, tanto no mercado como no ensino e práticas de engenharia e arquitetura.

“Por meio de um corpo docente atuante no mercado, o MBA em Plataforma BIM proporciona ao aluno acesso às ferramentas e às técnicas mais modernas do mercado da construção civil, a partir da apresentação conceitual dos fundamentos teóricos aliados às aulas práticas com utilização de softwares. Nossa parceria com o Senge-CE vem de longas datas. Estamos juntos nesse processo de levar qualificação aos profissionais há mais de 10 anos e consideramos uma parceria de sucesso. O Senge sempre mostrou – pela sua presidência e diretoria – uma visão de colocar o associado em primeiro lugar e de tornar seu público cada vez mais capacitado para o mercado de trabalho que é tão concorrido”, finaliza Anderson Maciel, gerente comercial do INBEC.

Leia mais
Notícias

Engenharia: fechamento da Ford no Brasil tem efeito profundo no mercado de trabalho

WhatsApp Image 2021-01-15 at 11.05.30 (1)

O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE) recebeu com indignação e perplexidade a informação, divulgada nesta semana, que a empresa automobilística Ford, que tem operação na cidade de Horizonte (CE), por meio da marca Troller, deverá até o fim do ano encerrar sua produção no Brasil. Além de Horizonte, a empresa tem montadoras em Camaçari (BA) e Taubaté (SP).

No Brasil serão 6 mil empregos diretos eliminados e mais dezenas de milhares na cadeia produtiva, sem contar o impacto em toda a economia e receitas públicas desses locais. A Troller conta, atualmente, com cerca de 470 empregados diretos, com salários entre R$ 1.100 e R$ 12 mil, considerando todos os níveis, dentre eles engenheiros de produção, elétricos e mecânicos que ficarão sem emprego.

Um estudo da Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) mostra que um carro no Brasil paga entre 48,2% e 54,8% de taxa, levando todos os impostos como ICMS, ISS, PIS e Cofins (e o efeito cascata embutido nele). Mas o fato de os custos fixos no país vizinho, a Argentina, serem mais baixos, como os gastos com a mão de obra, também pode ter pesado na decisão.

Segundo a presidente do Senge-CE, Teodora Ximenes, o fechamento da montadora no Ceará trará uma série de prejuízos ao país e também para a categoria dos engenheiros. “Para além das graves consequências para trabalhadores, concessionários e fornecedores, a saída da Ford é péssima para o Brasil. As operações na América do Sul continuam e o mercado brasileiro receberá carros importados da Argentina e do Uruguai. Um vexame para o Brasil, que é o maior produtor de veículos da região”, enfatiza Teodora.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Maracanaú (Sindimetal), Nilton Pereira, representantes da Ford já teriam confirmado que a fábrica no Ceará deverá continuar operando até o fim de 2021. Mas, enquanto a unidade em Horizonte não fecha, os funcionários aguardam a finalização de negociações da Ford para a venda da fábrica. Nilton revelou que os diretores nacionais da montadora informaram ao sindicato que estão buscando compradores para a unidade fabril. “A situação geral não foi boa, e faltou uma negociação com os representantes do Brasil para não termos uma parada de vez como foi em algumas fábricas. Foi uma surpresa para todos nós”, salientou Pereira.

Com o movimento de retirada de um país, qualquer empresa leva muita bagagem. Emprego qualificado é uma delas. Economistas estimam que cada vaga cortada na indústria pode deixar outros cinco profissionais desempregados na cadeia produtiva. Um carro, com todos os sistemas, tecnologia e acessórios embarcados, é um espelho disso. É todo um cenário econômico institucional que faz com que o Brasil deixe de ser interessante, pelo menos a médio prazo, para o investimento estrangeiro.

Leia mais
Notícias

Companhia Siderúrgica do Pecém requisita Técnicos, Soldadores Engenheiros e mais profissionais de ensino médio, técnico e superior para vagas de emprego no Ceará

csp

Oportunidades de emprego estão abertas para os cargos de soldador, técnico, engenheiro, analista e mais pela Companhia Siderúrgica do Pecém, no estado do Ceará

Você já pensou em trabalhar numa empresa pioneira no Norte e Nordeste do Brasil e que tem como acionistas empresas com atuação global que estão entre os líderes do setor no mundo? Então essa é sua chance! A Companhia Siderúrgica do Pecém está com vagas de emprego em aberto neste dia 29 de dezembro para profissionais de diferentes formações atuarem no Ceará. As oportunidades englobam técnico, engenheiro, soldador, analista, operador e mais.

A CSP – Companhia Siderúrgica do Pecém é uma empresa inovadora e comprometida com o desenvolvimento sustentável, sendo a primeira usina siderúrgica integrada no Nordeste, com a meta de produzir 6 milhões de toneladas de placas de aço por ano, em duas fases de implantação, utilizando tecnologia e padrão de excelência mundial.

A Companhia Siderúrgica do Pecém também oferece benefícios, tais como: Assistência médica, Assistência odontológica, Convênio com empresas parceiras, Refeitório, Seguro de vida e Vale alimentação.

Inscrição para as vagas de emprego na CSP

Se você se interessou por alguma das vagas e tem disponibilidade para trabalhar no Ceará na Companhia Siderúrgica do Pecém, para se inscrever basta CLICAR no cargo desejado e você será direcionado para a página de oportunidades de emprego da empresa. Cadastre-se já e boa sorte!

Atenção! O Click Petróleo e Gás apenas divulga as vagas de emprego, não sendo responsável pelas contratações que ficam a cargo do próprio empregador. Portanto, a qualquer momento o anúncio das vagas pode ser expirado.

Fonte: CPG

Leia mais
Notícias

Tecnologia aproveita fluxo de água em canos para gerar energia limpa

portlandturbine4

A cidade de Portland, no Oregon, EUA, anunciou o teste de um novo sistema de produção de energia limpa. A tecnologia consiste, basicamente, em turbinas instaladas nas tubulações de água, que funcionam como pequenas hidrelétricas.

Apelidado de LucidPipe, o sistema deve produzir energia suficiente para abastecer 150 residências. A empresa responsável pelo projeto é a Lucid Energy, que ofereceu um contrato de 20 anos com a prefeitura local para a produção de energia limpa.


Foto: Reprodução

Esta é a segunda vez que a empresa aplica a tecnologia no sistema de distribuição de água, Os primeiros testes foram realizados na Califórnia. Apesar de ser pouco utilizada até o momento, o intuito da empresa fabricante é justamente tirar o projeto do papel para provar que ele funciona de verdade. “É fundamental ter exemplos reais do funcionamento da tecnologia para provar que é confiável, durável e que faz sentido”, explicou o CEO da Lucid Energy, Gregg Semler, ao jornal The Oregonian.


Foto: Reprodução

A turbina foi instalada em Portland sem custo algum para o município. Em contrapartida, a estrutura é fruto de um investimento privado de US$ 1,7 milhão. Para ter o retorno do investimento, a empresa venderá a energia para a companhia local de eletricidade, em um contrato de US$ 2 milhões por vinte anos.

 

Fonte: Redação CicloVivo

Leia mais
Notícias

Pesquisadores descobrem bactérias que produzem eletricidade naturalmente

eletricidade-696×391

Extremófilos são seres vivos unicelulares que foram capazes de se adaptar às condições ambientais que matariam quase todos os outros seres vivos.

Este é o caso de certos tipos de bactérias que podem sobreviver em lugares sem oxigênio, como dentro de minas ou no fundo de lagos. E como não há oxigênio para respirar, essas bactérias aprenderam a respirar elétrons, o que significa que são capazes de gerar eletricidade com esse movimento.

Um grupo de cientistas e engenheiros do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) realizou vários experimentos com estas bactérias para replicar esta função de eletricidade, mas tinha vários problemas em encontrar as propriedades exatas destes micróbios que são responsáveis ​​pela geração de eletricidade.

Como as células de uma bactéria são muito menores que as de uma planta ou animal, é bastante complicado fazer isso em laboratório.

Agora, os pesquisadores do MIT criaram um microfluido que permite processar rapidamente amostras de células bacterianas e encontrar a propriedade responsável pela produção de eletricidade, chamada polarizabilidade.

Desta forma, é possível detectar a atividade eletroquímica com mais segurança e eficiência. Bactérias produzem energia elétrica dentro de suas células e transferem essa energia para fora de suas membranas através de proteínas em sua superfície.

Espera-se replicar essa função em pequenas células de combustível, que podem ser usadas para purificar plantas de tratamento ou para alimentar pequenos objetos em lugares remotos, longe de uma tomada elétrica.

Fonte: Engenharia e

Leia mais
Notícias

Pontes circulares são construídas para desacelerar tráfego de veículos

ponte-2

A ponte sobre o Laguna Garzón  no Uruguai está deixando muita gente curiosa quanto ao seu formato. Em nítido contraste com muitos projetos puramente arquitetônicas, esta ponte tem realmente uma necessidade e finalidade.

Projetistas da ponte queriam encontrar uma maneira de desacelerar o tráfego ao mesmo tempo, fazer com que seus usuários apreciassem o ambiente ao seu redor. O projeto não-tradicional circular foi selecionado através de anos de debate governamental. A ponte tem um raio de 51,5 metros unida por dois trechos retos nas entradas. Este projeto permitiu duas faixas de tráfego e a criação de uma lagoa no centro que pode ser utilizada para a pesca.

”O conceito da ponte sobre o Laguna Garzón era transformar uma travessia de veículos tradicional em um evento que reduz a velocidade dos carros, para fornecer uma oportunidade de desfrutar vistas panorâmicas para uma paisagem incrível.” disse o arquiteto Rafael Viñoly.

A construção começou no final de 2014 e o projeto foi aberto ao público há pouco mais de um ano depois. Ao contrário de muitos projetos de arquitetura, este foi realmente necessário. Antes da construção da ponte, carros que desejavam cruzar os condados de Maldonado e Rocha teriam que usar uma balsa. Agora, mais de 1000 carros utilizam a nova ponte todos os dias, fazendo com que os seus deslocamentos sejam mais rápido do que antes.

A ponte de Laguna Garzón combina a beleza de uma estrutura circular com aspectos chave funcionais de seu projeto e a maravilha da paisagem.

Confira imagens da ponte abaixo:

Leia mais
Notícias

Circuito de lives marca Semana de Engenharia do Senge-CE

live1

 

Teodora Ximenes, Presidente do SENGE – CE

De 7 a 11 de dezembro, o Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE) promoveu a Semana da Engenharia, com lives exclusivas que contaram com a presença dos diretores do sindicato convidando grandes profissionais da categoria para uma conversa desvendando os grandes desafios da engenharia nos dias de hoje.

No primeiro dia, a presidente do Senge-CE, Teodora Ximenes, falou sobre a programação da semana e agradeceu a todos os sindicalizados pela confiança neste ano de gestão. “Devido à pandemia da covid-19, nossa Semana de Engenharia neste ano seguirá todos os protocolos de saúde pública no formato de lives. É uma forma de lembrarmos também o dia 11 de dezembro, em que é comemorado o dia do engenheiro”, enfatizou Teodora.

No dia 8, o engenheiro e diretor de comunicação do Senge-CE, Áulio Antunes, conversou na live com o engenheiro de Segurança do Trabalho da Unimed Fortaleza, Valderiz Brasileiro Neto. Segundo Valderiz, um dos principais desafios da profissão é a educação em Segurança do Trabalho. “Ao longo da jornada profissional, o engenheiro de Segurança irá deparar com diversas empresas em que a cultura de segurança é bem baixa ou inexistente, ficando a cargo dele e de sua equipe desenvolver e fomentar essa cultura nas diversas formas dentro da empresa”, relatou Valderiz.

Já na quinta (10), o engenheiro e diretor secretário do Senge-CE, Manuelito Cavalcante, convidou a secretária Municipal de Infraestrutura (Seinf) e engenheira civil, Manuela Nogueira, para live com o tema “Mulheres na Engenharia: desafios e conquistas”. Pós-graduada em Construção Civil, Tecnologia e Qualidade da Construção; Gestão de Obras e Engenharia; e Avaliações e Perícias de Engenharia, Manuela integra a Seinf desde 2013, quando ocupava o cargo de coordenadora de Projetos.

Em 2016, Manuela recebeu o convite para gerir a Pasta, sendo responsável por coordenar e executar algumas das mais importantes obras da capital cearense, muitas delas, relacionadas ao fomento do turismo na cidade. Manuela é a primeira mulher a assumir a secretaria. “Ser a primeira mulher secretária de Infraestrutura da Prefeitura de Fortaleza me fez, ainda mais, assumir o meu papel de mulher líder. Hoje, não temos só a Secretaria da Infraestrutura em si, tem, também, a responsabilidade sobre todas as obras que estão na pasta da Infraestrutura. Além de tudo, existe o papel de mostrar, de provar e de deixar claro a todos que a mulher tem tanta capacidade, ou mais, do que qualquer homem, e que não existe essa distinção entre homem e mulher. Quando as pessoas se destinam, estudam e querem fazer o seu melhor, elas podem assumir e chegar aonde quiserem”, orgulha-se Manuela.

Na sexta-feira (11), Dia do Engenheiro, a presidente do Senge-CE, Teodora Ximenes, convidou a engenheira civil e professora da Universidade Federal do Ceará (UFC), Nadja Dutra, para tratar sobre o Banco de Oportunidade Profissional (BOP) e Inspeção Predial.

Segundo Nadja, com prédios que passam de 40 anos em Fortaleza, o tema inspeção predial é de suma importância na garantia de segurança mínima dos moradores. “A inspeção predial é fundamental para garantir a qualidade das edificações e, mais importante, para preservar a vida das pessoas. Os gestores públicos e as demais pessoas, por falta de informações técnicas, acreditam que os imóveis e as obras públicas têm vida infinita. Isso é um erro que resulta em acidentes periódicos, com perdas econômicas, e muitos deles com vítimas fatais. A Lei de Inspeção Predial, proposta inicialmente pelo Senge-CE, está paralisada. Alguns responsabilizam a Prefeitura de Fortaleza por esta paralisação, outros reclamam que o Crea-CE tomou a responsabilidade a si, mas não deu conta do recado. Os síndicos reclamam do pseudoalto custo dos serviços cobrados pelos engenheiros”, finalizou Nadja.

Leia mais
Notícias

Cabo submarino que ligará Brasil e Europa é ancorado em Fortaleza

shutterstock_1372606610

O Brasil ganhará mais um ponto de conexão de internet de alta velocidade com a Europa. Um cabo submarino de fibra óptica ligará as cidades de Fortaleza, no Ceará, a Sines, em Portugal, e permitirá o tráfego de dados de 72 terabits por segundo e latência de 60 milissegundos.

A ancoragem do cabo aconteceu nesta segunda-feira (14), na Praia do Futuro, e o projeto tem expectativa de conclusão para meados de 2021. Segundo o Ministério das Comunicações, o cabo ainda se estenderá para pontos no Rio de Janeiro e em São Paulo, além de conexões na África e em outros países europeus, ilhas do Atlântico e Guiana Francesa.

Segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria, a capacidade de transmissão de dados será 7 mil vezes maior que a atual: “a iniciativa vai nos preparar para receber o 5G”. Imagem: Cléverson Oliveira/MC

“Temos hoje um cabo que já faz essa conexão, mas de voz, entre Brasil e Europa, que passa pelos Estados Unidos, mas que já tem mais de 20 anos. A vida útil de um cabo de fibra óptica que faz esse tipo de tráfego, ele tem uma durabilidade em torno de 25 anos”, explica o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

A instalação do cabo submarino será feita por uma empresa privada, a Ellalink, e custará R$ 1 bilhão. O cabo tem 6 mil quilômetros de extensão, podendo chegar a 5 quilômetros de profundidade em alguns locais. Atualmente, a comunicação entre Brasil e Europa passa antes pelos Estados Unidos, o que dobra o caminho percorrido: 12 mil quilômetros.

“O Brasil é um dos países que mais produz dados no mundo, e com o 5G nós teremos um aumento ainda maior. Então, nós precisamos de escoamento”, completa Faria.

Entenda a importância dos cabos submarinos

É bastante provável que você já tenha ouvido falar de cabos submarinos. Eles são usados em trechos de mar para ligar estações terrestres e, assim, transmitir sinais de telecomunicações por longas distâncias. Para isso, são instalados no assoalho oceânico.

Esses cabos recebem proteção mecânica adicional para que sejam instalados sob a água: normalmente, têm interior de aço e isolamento especial. Eles podem ser metálicos, coaxiais ou ópticos — os mais utilizados atualmente.

Fonte: Olhar Digital

Leia mais
NotíciasSem categoria

Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE) promove sua confraternização de fim de ano com sua diretoria e colaboradores

WhatsApp Image 2021-01-05 at 15.46.13

No último dia 11/12, o Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE) promoveu sua confraternização de fim de ano com sua diretoria e colaboradores. “Respeitando todas as normas e protocolos de saúde referente a pandemia de covid-19, esse momento é fundamental para que possamos congregar com toda a equipe do sindicato, para que os laços se fortifiquem em 2021”, enfatizou Teodora Ximenes, presidente do Senge-CE.

Leia mais
Notícias

COMUNICADO AOS BENEFICIÁRIOS DO PLANO DE SAÚDE SENGE/UNIMED FORTALEZA

WhatsApp Image 2020-12-15 at 09.49.36

Lembramos que conforme as orientações da ANS, neste mês de dezembro, quando os beneficiários da UNIMED estarão pagando o plano de saúde competência de janeiro, o valor a ser pago voltará a ser o normal. Isto diz que sua parcela a ser paga em 21/12/2020 voltará a englobar o reajuste definido em abril de 2020 e que foi pago até agosto último.

Lembramos, ainda, que o valor correspondente ao reajuste que não foi cobrado nos boletos das competências de setembro, outubro, novembro e dezembro deste ano será cobrado por todo o ano de 2021, conforme definido pela ANS.

Leia mais