close
08061812

Duas importantes obras em curso na capital cearense, que prometem melhorar a mobilidade urbana, devem ser entregues até o fim de 2018, segundo afirmam as secretarias municipal e estadual de infraestrutura. O túnel longitudinal, construído na Via Expressa, entre as avenidas Santos Dumont e Padre Antônio Tomás, está com 75% de execução, e deve ser entregue em dezembro deste ano.

A obra irá possibilitar a eliminação dos semáforos existentes naquele trecho, tornando a Avenida Almirante Henrique Saboia, de fato, expressa, e permitindo a implantação do corredor Parangaba/Papicu. Segundo os engenheiros da obra, a estrutura superior do túnel já foi executada, e atualmente está sendo trabalhada a laje de fundo (pista em concreto por onde os veículos passarão) e a escavação, para tirar a areia do local e implantar a estrutura do concreto.

A fiscalização da Seinf garante que acompanha cada detalhe do que está sendo feito e que após o fim da escavação, o trabalho já estará mais perto da conclusão. Manuela Nogueira, gestora da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), diz que após a fase estrutural, será feito o acabamento estético. O corredor terá 370 metros de extensão, sendo 74m cobertos, com 4 faixas: duas em cada sentido. Além disso, terá uma ciclofaixa e uma pista exclusiva para o ônibus em cada sentido.

VLT

A titular da Seinf explicou, ainda, que a principal função do túnel “é fazer a transposição do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) para não ter o cruzamento e o conflito que hoje tem entre esse meio de transporte e a via, consequentemente os carros e ônibus”. Após concluído, o VLT passará por cima do túnel, possibilitando a conclusão da linha que interligará os bairros Mucuripe e Parangaba. “Elas são obras que estão na mesma área e em alguns momentos se cruzam dentro do mesmo canteiro de obras. Mas nosso planejamento é todo casado com o do VLT e eas obras não param”, afirma.

O projeto do VLT que liga o bairro Parangaba ao Mucuripe prevê 13,4 quilômetros de extensão, 10 estações, 12 pontes e 3 passarelas, segundo a Seinfra. Além disso, o órgão relata que o transporte urbanizará áreas de 22 bairros de Fortaleza, se integrando ao sistema de ônibus da Prefeitura. Com o novo trecho sendo construído na Via Expressa, a previsão é que no início de julho deste ano, segundo a Seinfra, quatro estações (São João do Tauape, Pontes Vieira, Antônio Sales e Papicu), passem a transportar passageiros, de forma assistida, até a Estação Papicu, que fará integração com o terminal de ônibus. A Seinfra afirmou, ainda, que o restante da obra, com mais duas estações (Mucuripe e Iate), deve ser entregue até o fim de 2018.

Desde julho do ano passado, o VLT funciona em um trecho com quatro estações (Parangaba, Montese, Vila União e Borges de Melo) por meio de operação assistida. De segunda-feira à sexta, de 6h às 12h, o transporte de passageiros é gratuito.

Alberto Sá

Outro túnel está sendo construído sob a Via Expressa. Com 15% de execução e entrega prevista para julho de 2019, o equipamento está sendo erguido na Avenida Alberto Sá, no bairro Papicu. No local, já foram realizadas a retirada do canteiro central e a desapropriação de 14 imóveis dos 20 previstos, possibilitando o alargamento da via para as obras de infraestrutura. Atualmente, as equipes trabalham na construção dos pilares centrais e nas paredes laterais do novo túnel.

Segundo a Seinf, o equipamento possibilitará a conexão direta da Via Expressa com as ruas Tavares Coutinho e Ana Bilhar, além de permitir a eliminação de quatro semáforos existentes na Avenida. Com 460 metros de comprimento, a laje superior do novo túnel ganhará ainda uma pequena praça. (Colaborou Ana Cajado)

Fonte: Diário do Nordeste

Assessoria de comunicação

O Autor Assessoria de comunicação

A Inove Comunicação tem know-how na divulgação de eventos nacionais e internacionais e tem como missão dar, a cada cliente, visibilidade na mídia, consolidando a marca no mercado e perante a opinião pública.

Deixe um Comentário