close
Notícias

Tancos | Secretário de Estado da Defesa louva papel da Engenharia Militar (c/vídeo)

engenharia-Tancos-IMG_20180713_112622_1-696×522

O relevante papel que têm as Unidades Militares de Engenharia no desenvolvimento e bem estar das populações, como aconteceu no ano passado durante o período crítico dos incêndios florestais, foi destacado durante a cerimónia comemorativa do 371°aniversário da Arma de Engenharia e do 206° aniversário do Regimento de Engenharia n.º 1 em Tancos, Vila Nova da Barquinha, no dia 13 de julho.

O Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, que presidiu à cerimónia, realçou a “reconhecida capacidade de realização”, assumindo “grande relevância os diferentes trabalhos de engenharia efetuados ao longo do país”. Deu como exemplo a abertura de cerca de 100 quilómetros de estradas, aceiros e faixas de gestão de combustível, a limpeza do leito da barragem do Pego do Altar, e beneficiação de caminhos em apoio ao Instituto de Conservação da Natureza e Florestas.

Na sequência da tragédia de outubro de 2017, o membro do Governo referiu-se ao “emprego da engenharia militar em formas de auxílio ao combate e rescaldo de incêndios”. E acrescentou “o elevado empenhamento alcançado em cerca de 80 destacamentos de engenharia no transporte de água na barragem de Fagilde ou no apoio terrestre ao transporte de alimentação animal”.

Dia da Arma da Engenharia e do Regimento de Engenharia 1, em Tancos, Vila Nova da Barquinha

Publiée par mediotejo.net sur Vendredi 13 juillet 2018

Reconhecendo algumas dificuldades no Exército e uma exiguidade de recursos humanos, Marcos Perestrello não se cansou de repetir o “reconhecimento pelo extraordinário trabalho desenvolvido pela família da engenharia militar”.

Ao longo da sua intervenção, pontuada por referências a momentos que marcaram a história da Arma de Engenharia, o Secretário de Estado da Defesa Nacional abordou a necessidade de reforço do financiamento ao Exército, elencando alguns investimentos efetuados recentemente.

O Major-General Aníbal Alves Flambó, diretor honorário da Engenharia Militar, ali presente em representação do General Chefe do Estado-Maior do Exército, fez um enquadramento histórico da Engenharia Militar e desenvolveu as múltiplas ações desencadeadas pelos militares desta Arma.

Perante centenas de convidados, desfilaram militares dos Regimentos de Engenharia n° 1 e n° 3, as Unidades de Engenharia projetadas para o Ultramar e Líbano, a Companhia de Engenharia de Combate Pesada, a Banda e a Fanfarra do Exército.

Após a Guarda de Honra à entidade que preside, a continência às forças em parada, a integração do Estandarte Nacional e às alocuções, procedeu-se à imposição de condecorações.

Dia da Arma da Engenharia e do Regimento de Engenharia 1, em Tancos, Vila Nova da Barquinha

Publiée par mediotejo.net sur Vendredi 13 juillet 2018

Seguiu-se o desfile das forças em parada e uma mostra de capacidades da Engenharia Militar que “contribuem para a resposta às solicitações de apoio às Operações de Apoio Civil em proveito da proteção e salvaguarda de pessoas e bens e apoio ao desenvolvimento e bem-estar das populações”, lê-se no documento entregue na cerimónia.

Concretiza-se que “os meios da Engenharia do Exército podem ser empregues em missões no âmbito do Apoio na Prevenção e Resposta a Acidentes Graves ou Catástrofes, Apoio na Satisfação das Necessidades Básicas e Melhoria da Qualidade de Vida das Populações ou na resposta a acidentes graves ou incidentes de âmbito nuclear, biológico, químico ou radiológico, com ou sem associação a explosivos”.

 

Fonte: Mediotejo

Assessoria de comunicação

O Autor Assessoria de comunicação

A Inove Comunicação tem know-how na divulgação de eventos nacionais e internacionais e tem como missão dar, a cada cliente, visibilidade na mídia, consolidando a marca no mercado e perante a opinião pública.

Deixe um Comentário