close
Notícias

Servidores públicos paralisam atividades nesta sexta-feira

no thumb
imagem Greve ematerce

Aproximadamente 40 categorias paralisam as atividades após contra proposta de reajuste salarial e de produtividade zero por parte do Governo Estadual

No último dia 21 de junho, representantes do Senge-Ce e de outros sindicatos se reuniram com líderes do governo do estado para discutir o reajuste salarial dos servidores. A reunião, que aconteceu no auditório da Ematerce teve como resultado um posicionamento de reajuste zero por parte do governo estadual.  No encontro também ficou acordada, por unanimidade, uma paralisação geral por dois dias (23 e 24 de junho), reivindicação de 12,67% sendo 10,67% de reajuste e 2% de produtividade.

Todos os servidores do Estado estão organizados no Fórum Fuaspec (Forum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará), que é formado por 40 entidades e 120 mil servidores públicos, aproximadamente. Os movimentos reunidos no Fórum lutam pela não perda dos direitos conquistados e pela valorização profissional para assim se manter um serviço de qualidade.

Segundo a Fuaspec, somente após oito tentativas, sendo o primeiro protocolado no mês de setembro de 2015, que os servidores públicos estaduais tiveram o retorno do governo Camilo Santana, que mesmo sem estar presente resolveu instalar a primeira Mesa Estadual de Negociação Permanente em meados de janeiro.  Durante a Mesa de Negociação (acontecida em abril), conduzida por representantes do executivo, a mensagem trazida do Palácio da Abolição informava que somente no início de abril o governo do Estado poderia se posicionar sobre as finanças, período estendido até o mês de junho, quando o governador Camilo Santana anunciou que não haveria reposição da inflação e, que, a partir daquela data negociaria o reajuste dos servidores por categoria, ferindo a Constituição.

ematerce 2
Comunicação

O Autor Comunicação

Deixe um Comentário