close
Notícias

Mais de 35 milhões de brasileiros não possuem abastecimento de água tratada e quase 100 milhões não têm acesso à coleta de esgoto

SENGE 1005

Saneamento é o conjunto de medidas que visa preservar ou modificar as condições do meio ambiente com a finalidade de prevenir doenças e promover a saúde, melhorar a qualidade de vida da população, a produtividade do indivíduo e facilitar a atividade econômica.

No Brasil, o saneamento básico é um direito assegurado pela Constituição e definido pela Lei nº. 11.445/2007 como o conjunto dos serviços, infraestrutura e instalações
operacionais de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana, drenagem urbana, manejos de resíduos sólidos e de águas pluviais.

Embora atualmente se use no Brasil o conceito de Saneamento Ambiental como sendo os quatro serviços citados acima, o mais comum é o saneamento seja visto como sendo os serviços de acesso à água potável, à coleta e ao tratamento dos esgotos.

Sua importância

Ter saneamento básico é um fator essencial para um país poder ser chamado de país desenvolvido. Os serviços de água tratada, coleta e tratamento dos esgotos levam à melhoria da qualidade de vidas das pessoas, sobretudo na Saúde Infantil com redução da mortalidade infantil, melhorias na educação, na expansão do turismo, na valorização dos imóveis, na renda do trabalhador, na despoluição dos rios e na preservação dos recursos hídricos, etc.

Em 2013, segundo o Ministério da Saúde (DATASUS), foram notificadas mais de 340 mil internações por infecções gastrintestinais no país.

Em vinte anos (2015 a 2035), considerando o avanço gradativo do saneamento, o valor presente da economia com saúde, seja pelos afastamentos do trabalho, seja pelas despesas com internação no SUS, deve alcançar R$ 7,239 bilhões no país.

No Brasil…

ÁGUA

Atendimento

83,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada.

São quase 35 milhões de brasileiros sem o acesso a este serviço básico.

Em 2016, 1 em cada 7 mulheres brasileiras não tinha acesso à água.

Consumo

O consumo médio de água no país é de 154,1 litros por habitante ao dia. Em 2016, os consumos apresentam variações regionais de 112,5 l/hab.dia no Nordeste a 179,7 l/hab. dia no Sudeste.

110 litros /dia é a quantidades de água suficiente para atender as necessidades básicas de uma pessoa, segundo a ONU (Organização das Nações Unidas).

14,3% das crianças e dos adolescentes não têm acesso à água.

7,5% das crianças e dos adolescentes têm água em casa, mas não é filtrada ou procedente de fonte segura

6,8% das crianças e dos adolescentes não contam com sistema de água dentro de suas casas

Dados por região

No Norte, 57,49% da população é abastecida com água tratada;

O abastecimento de água acontece para 73,25% da população no Nordeste;

A região Sudeste abastece 91,25% da população com água tratada;

No Sul, o índice de atendimento total de água é de 89,68%;

O Centro-Oeste abastece 90,13% da população com água tratada.

Fontes:

  •  Trata Brasil – Saneamento e Saúde
  • Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento – SNIS
  • Painel Saneamento Brasil
Assessoria de comunicação

O Autor Assessoria de comunicação

A Inove Comunicação tem know-how na divulgação de eventos nacionais e internacionais e tem como missão dar, a cada cliente, visibilidade na mídia, consolidando a marca no mercado e perante a opinião pública.

Deixe um Comentário