close
Notícias

Quando a engenharia está no sangue: herança de mãe para filha

WhatsApp Image 2021-05-07 at 11.37.59

Nossa primeira morada é o ventre materno. Nele, adquirimos o primeiro sustento, para que depois tenhamos em nossas mães os exemplos, os ensinamentos e as referências de uma vida toda.

Nesta data tão especial, o Senge-CE vai compartilhar a história de duas mães que tiveram em suas filhas o reflexo da profissão que escolheram, a engenharia.

Maria de Lourdes Fiuza Porto compõe a diretoria do Senge-CE e, ao receber a notícia de que a filha, Renata Fiuza, seguiria seus passos e do pai, também optando por cursar Engenharia, se sentiu orgulhosa. Ambas são engenheiras civis.

“Fiquei feliz com a escolha da Renata, pois visivelmente o seu perfil e as suas qualidades são bem característicos da profissão de engenheiro, como capacidade de solucionar problemas e espírito de liderança”, expressa a diretora.

A filha explica que a aptidão pelos números colaborou com a escolha e que, desde muito jovem, já percebia os traços das ciências exatas no sangue.

“Eu sempre tive uma facilidade muito grande na área de exatas, desde o colégio , e sempre tive o exemplo dos meus pais, que são engenheiros. Além disso, eu acho a engenharia civil muito versátil, ela dá uma base muito boa para quem quer ser gestor, empresário”, aponta Renata.

Hoje, como profissional, Renata afirma que vê muito da mãe no seu dia a dia e comenta que, mesmo com exemplos tão próximos, não houve pressão para que cursasse engenharia.

“Nunca teve isso aqui em casa, sempre me senti muito livre para escolher minha profissão. A inspiração da mamãe não foi só na profissão, é no comprometimento, no caráter, em ser sempre uma pessoa muito correta. São valores importantes para a profissional que sou hoje”, explica.

“Nunca me imaginei exercendo outra profissão que não fosse engenharia. Cresci nesse universo, desde pequena acompanho minha mãe aqui no Senge. Quando tinha 14 anos, minha mãe fez uma pós de engenharia ambiental e sanitária e me levou para assistir à aula com ela, a paixão na área surgiu aí. Falei: ‘quero fazer isso'”.

A lembrança é de Marianna Ximenes, conselheira fiscal do Senge-CE, engenheira sanitária, ambiental e de segurança do trabalho. Antes de tudo isso, Marianna é filha de Ana Ximenes, engenheira civil e exemplo para a mais nova.

Ensinar a partir do convívio e da profissão é uma dádiva para as mães. Hoje, trabalhando juntas, esse ensinamento só cresce.

“Fazemos outros trabalhos juntas. Inicialmente houve alguns obstáculos de aprendizagem que contribuíram para o meu crescimento como profissional, mas em geral sempre aprendi demais com ela, hoje me espelho nela! É muito diferente o que você aprende na faculdade e quando você tem alguém que lhe mostre o caminho mais eficaz das situações”, pontua.

Gestante de uma menina que pode nascer a qualquer momento, Marianna já aponta o caminho que espera que a filha siga: “Marinna, minha primeira filha e futura engenheira”.

Ana Ximenes e Marianna Ximenes, mãe e filha, engenheiras civil e ambiental, respectivamente.

A todas as mães, o Senge-CE deseja um feliz dia!

Assessoria de comunicação

O Autor Assessoria de comunicação

A Inove Comunicação tem know-how na divulgação de eventos nacionais e internacionais e tem como missão dar, a cada cliente, visibilidade na mídia, consolidando a marca no mercado e perante a opinião pública.