close
maquina-criador-de-água (1)

Máquina que consegue transformar a umidade do ar em água potável vai ser usada em um projeto desenvolvido no Instituto Federal do Ceará (IFCE) em Quixadá, no Sertão Central. A ideia é que o equipamento forneça água para o cultivo de tomates modificados geneticamente na unidade. Hoje, um grupo de professores e estudantes do instituto e gestores do Sertão Central vão se reunir em seminário que discutirá a implantação do projeto.

O equipamento levado à Quixadá é de tecnologia brasileira, executada a partir de 2008. A máquina, do tamanho de uma geladeira, retira a umidade do ar e esteriliza a água por meio de um sistema de alta pressão. Em seguida, o líquido recebe uma série de minerais, como cálcio, magnésio e potássio, para tornar-se potável.

“Essa tecnologia, que começou no Brasil, já foi importada para outros países, como os Emirados Árabes. Ela é usada em cidades que sofrem com a falta d’água, e seria interessante essa implantação no Nordeste do Brasil também”, reforça o engenheiro Pedro Ricardo Paulino, que desenvolveu a máquina.

Equipamento

Comercialmente, a máquina que está no IFCE custa em torno de R$ 46 mil e pode produzir até 150 litros de água por dia. O equipamento será mantido com energia solar.

O projeto de uso da máquina está sendo coordenado pelo deputado federal Odorico Monteiro (Pros). Ele acredita que, a partir da experiência em Quixadá, outras unidades recebam a tecnologia. “Vamos iniciar como um projeto de pesquisa de desenvolvimento em inovação. Começaremos com essa experiência em Quixadá e queremos expandir”, diz o parlamentar.

Serviço

Seminário do Programa de Desenvolvimento e Inovação para a Agricultura Sustentável

Quando: sexta-feira (24/03), às 14 horas

Onde: Auditório do IFCE – Quixadá (avenida José de Freitas Queiroz, 5000)

Fonte: O Povo

Foto: Instituto de Engenharia

Assessoria de comunicação

O Autor Assessoria de comunicação

A Inove Comunicação tem know-how na divulgação de eventos nacionais e internacionais e tem como missão dar, a cada cliente, visibilidade na mídia, consolidando a marca no mercado e perante a opinião pública.

Deixe um Comentário