close
no thumb
img_3597intranet

O Primatec – Fundo de Investimento em Participações (FIP) que apoiará empresas de parques tecnológicos e incubadoras em todo o Brasil – começará a operar ainda este mês. O anúncio foi feito na terça-feira, 7/4, pelo diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Finep, Rodrigo Fonseca, durante o Congresso ABVCAP 2015: “Essa semana vamos assinar a constituição do fundo, que tem patrimônio alvo de R$ 100 milhões”.

Com capital comprometido de R$ 40 milhões, a Finep acredita que a notícia deve atrair potenciais investidores presentes no evento. Segundo Fonseca, a entrada em operação do FIP também vai impulsionar a captação dos R$ 60 milhões restantes.

O fundo tem como objetivo investir em empresas incubadas ou graduadas em incubadoras e parques tecnológicos, preferencialmente nos setores de TIC, sustentabilidade e economia criativa. “O Primatec foi selecionado no âmbito do Programa Nacional de Incubadoras e Parques Tecnológicos, iniciativa que integrou os instrumentos de subvenção, crédito e investimento”, explicou o diretor da Finep. Além da financiadora, participam do FIP a Antera (gestora) e a Anprotec.

Mais investimentos
Na abertura do Congresso, o presidente da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), Fernando Borges, definiu o atual momento político e econômico do País como “desafiador” e disse que a previsão é que haja aumento do volume de investimentos realizados pelas empresas do setor em 2015: “A perspectiva é que surjam oportunidades principalmente nas áreas de infraestrutura, varejo e saúde”, destacou, lembrando que o País “passou por crise semelhante entre 2000 e 2002 e desde então a indústria conseguiu um crescimento significativo”. Pelo lado das captações, entretanto, Borges afirmou que o volume a ser levantado este ano deve ser menor do que o obtido em 2014.

Ainda de acordo com o presidente da Associação, os investimentos realizados por fundos de private equity e venture capital totalizaram R$ 13,6 bilhões no ano passado, valor 18% menor que o registrado em 2013. Já o volume disponível para investimentos dos fundos no fim de 2014 totalizou R$ 37 bilhões, resultado 35% superior ao apurado no mesmo período do ano anterior.

O gerente de Investimento em Participações da Finep, Augusto Costa, também participou do evento. Ele foi um dos palestrantes do painel “Venture Capital: a ebulição na base do ecossistema”.

Fonte: Finep

Temporario

O Autor Temporario

Deixe um Comentário