close
Notícias

Fabricante do Roomba diz que pretende vender dados sobre as plantas das residências

image (1)

O aspirador inteligente pode ser programado para fazer limpeza na casa à distância

Em entrevista à agência Reuters, Colin Angle, fundador e presidente da iRobot, que produz o aspirador de pó inteligente Roomba, revelou que pretende comercializar os dados que o robô armazena.

“Existe todo um ecossistema de equipamentos e serviços que podem ser oferecidos às famílias quando você dispõe de uma planta bem realizada da casa e que o dono nos dá autorização para compartilhar”.

A ideia do executivo é oferecer essas informações nos próximos anos. Grandes empresas de tecnologia, como o Google e a Apple, já fazem isso: compartilham dados dos usuários com outros fabricantes.

O Roomba foi o primeiro robô a entrar nas casas. Ele ocupa, atualmente, 68,5% do mercado, em nível mundial, de acordo com o El País.

O aspirador inteligente pode ser programado para fazer a limpeza até quando o dono está fora de casa. Os modelos mais recentes incluem um aplicativo para que o aparelho seja conectado ao wi-fi de casa, para que possa, assim, ser controlado remotamente.

A iRobot foi criada no MIT em 1990 com a finalidade de produzir robô que desativam bombas.

Assessoria de comunicação

O Autor Assessoria de comunicação

A Inove Comunicação tem know-how na divulgação de eventos nacionais e internacionais e tem como missão dar, a cada cliente, visibilidade na mídia, consolidando a marca no mercado e perante a opinião pública.

Deixe um Comentário