close
no thumb

imagem_2819_1Diretores da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) participaram nesta quinta-feira (4/12), de uma audiência pública na sede da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em Brasília.

A sessão presencial da audiência pública foi mais uma etapa na discussão dessa norma, que recebe contribuições até o dia 17 de dezembro.

Se aprovada, a nova norma permitirá às concessionárias oferecerem reforma elétrica de imóveis, elaboração de projetos de construção com uso eficiente da energia.

As sugestões ainda podem ser encaminhadas para o e-mail [email protected] , por fax: (61) 2192-8839 ou para o endereço da Agência (SGAN, Quadra 603, Módulo I, Térreo, Protocolo Geral, CEP: 70830-110), em Brasília (DF).

A FNE abriu uma campanha sobre o assunto que traz uma petição contrária à resolução da agência reguladora. O abaixo-assinado já conta com cerca de cinco mil assinaturas e os dirigentes afirmam que poderão acionar o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão ligado ao Ministério da Justiça, e o Ministério Público Federal (MPF) caso a resolução definitiva mantenha a redação atual. Para participar, acesse http://simpodemos.com.br/hotsite/.

A maior parte das manifestações dos presentes na audiência foi contrária à resolução. Thereza Neumann , diretora da FNE e presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE), em sua fala, ressaltou o risco de monopólio e concorrência desleal que está sendo imposto pela medida da agência reguladora.

“As concessionárias detêm o cadastro e dados das redes elétricas, informações privilegiadas dos seus consumidores, ou seja, quase toda a população brasileira”, completou Thereza Neumann.

Profissionais de vários estados brasileiros podem ver o seu mercado de trabalho menosprezado caso entre em vigor regulação de serviços acessórios de engenharia proposta pela Aneel.

O assunto mobiliza a FNE, SEESP e a Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), que participaram de todas as audiências públicas realizadas pela agência reguladora no ano passado, em várias capitais do País.

 

Com informações da Equipe de Comunicação FNE

Tags : AneelFederação Nacional dos EngenheirosFNESEESPThereza Neumann
Comunicação

O Autor Comunicação

Deixe um Comentário