close
Notícias

Engenharia de Alimentos é uma profissão onde a qualidade é essencial

WhatsApp Image 2019-10-17 at 091707

No dia 16 de outubro se comemora o Dia do Engenheiro de Alimentos. A data é a mesma escolhida em 1945 pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) como Dia Mundial da Alimentação. Foi criada com o objetivo de elevar os níveis de nutrição e desenvolvimento rural no mundo.

A engenheira de alimentos Rachel Teixeira de Castro, trabalha no setor de qualidade de uma das maiores empresas de alimentos do Ceará, a Moinho M. Dias Branco. Ela revela que se identifica muito com a área, pois acredita que a qualidade é essencial para tudo que se produz, consome e adquire. Formada em 2003 pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Rachel é especialista em panificação com certificações internacionais e cursa MBA em Gestão de Pessoas.

Segundo a engenheira, a profissão é de suma importância na sociedade. “É essencial para indústrias, comércios e unidades de alimentação em geral para a garantia dos padrões de qualidade e excelência dos processos” diz. Rachel destaca esse diferencial porque os engenheiros de alimentos desempenham papel em todas as etapas produtivas da industrialização, além de desenvolverem pesquisas e políticas do setor alimentar também colaboram para a preservação da saúde pública por meio de produção de normas e fiscalizações.

No Ceará, os Engenheiros de Alimentos têm ganhado notoriedade. “Vejo que tem crescido o número de profissionais no mercado, porém se olharmos para algumas regiões do Brasil, o profissional não tem tanta projeção e acaba se tendo muita gente para o mercado absorver” é o que afirma a Engenheira de alimentos Rachel Teixeira de Castro.

No curso de Engenharia de Alimentos, como em boa parte das engenharias, os alunos costumam ter as disciplinas de introdução nos primeiros dois anos de
curso e, depois entram na parte mais específica da área. Para haver exercício da profissão, o engenheiro de alimento precisa ser registrado no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do seu Estado. De acordo com Rachel, é imprescindível que exista amor, conhecimento técnico e de atividades para que haja êxito nos trabalhos desenvolvidos. Para os estudantes, a profissional garante que a engenharia de alimentos é uma profissão super desafiadora, por todas as frentes que temos de atuação, bem como todo dia um novo aprendizado, “por isso é sempre importante estarmos atualizados e a antenados com as tendências de mercado, principalmente com os “modismos” de consumo e alimentação”, finalizou.

Assessoria de comunicação

O Autor Assessoria de comunicação

A Inove Comunicação tem know-how na divulgação de eventos nacionais e internacionais e tem como missão dar, a cada cliente, visibilidade na mídia, consolidando a marca no mercado e perante a opinião pública.

Deixe um Comentário