close
Notícias

Em tempos de pandemia, Sindicato dos Engenheiros atua fortemente em defesa de seus associados

WhatsApp Image 2020-05-01 at 08.46.32

Em tempos de pandemia, as dificuldades para o trabalhador brasileiro aumentaram consideravelmente. O coronavírus, além de sufocar o sistema de saúde e acabar com muitas vidas, trouxe imensuráveis prejuízos à nossa economia, assim como de outros países afetados, aos mercados de trabalho e à estabilidade emocional e financeira de muitas famílias.

No Brasil, pelo menos 600 mil micro e pequenas empresas fecharam as portas e 9 milhões de funcionários foram demitidos em razão dos efeitos econômicos da pandemia, como revelou levantamento feito pelo Sebrae divulgado no início de abril.

Enquanto os profissionais da saúde lutam para salvar vidas, outros trabalhadores investem esforços para proteger os empregos. O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE), durante a quarentena determinada pelo governo, continua apoiando os seus associados por meio da assessoria jurídica prestada pelo advogado Vianey Martins, que em home office vem oferecendo assistência aos filiados da entidade. “Neste período, as empresas remeteram vários acordos de redução de jornada de trabalho ou de suspensão de contrato de trabalho. Os acordos são analisados no mesmo dia. Mesmo no período de vigência da liminar que exigia a chancela sindical em todos os acordos, a direção do Senge-CE não criou obstáculos para que os acordos prosperassem”, ressaltou o advogado da entidade.

Os associados que estão precisando de apoio e orientações em relação à sua situação trabalhista podem entrar em contato com o Senge-CE. A entidade não está cobrando taxas e honorários para analisar os acordos. Atualmente, as orientações aos empregadores seguem as medidas previstas na MP 936/2020;

I) Para os empregados que ganham até R$ 3.135,00: a empresa e o empregado assinam o acordo individual e comunicam ao Senge-CE pelo seguinte e-mail sengece@gmail.com, e o sindicato apenas acusa o recebimento.
II) Para os empregados que ganham entre R$ 3.135,00 e R$ 12.202,10: a empresa deve assinar e enviar pelo e-mail o acordo coletivo de trabalho para ser assinado pelo sindicato, devendo informar nome do empregado, função e salário, além da qualificação completa da empresa e de seu representante que assina o instrumento coletivo.

As consultas à assessoria jurídica do Senge podem ser feitas pelo e-mail: sengece@gmail.com ou pelo número de telefone (85) 9.9751.0010

Assessoria de comunicação

O Autor Assessoria de comunicação

A Inove Comunicação tem know-how na divulgação de eventos nacionais e internacionais e tem como missão dar, a cada cliente, visibilidade na mídia, consolidando a marca no mercado e perante a opinião pública.

Deixe um Comentário