close
Notícias

Construção cresce mais de 4% e ajuda a elevar o PIB

WhatsApp-Image-2019-04-17-at-18.14.54-1

A análise do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil no 3º trimestre de 2019 indica um crescimento de 1,2% da economia brasileira em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Nesta base de comparação, a construção civil foi o setor que registrou o maior incremento, com 4,4% – a segunda alta da atividade após cinco anos consecutivos de queda. O resultado foi divulgado nesta terça-feira (3), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Análise do resultado do PIB no 3º Trimestre de 2019Análise do resultado do PIB no 3º Trimestre de 2019
Conforme os dados, o resultado da construção civil foi puxado pela construção imobiliária. “Temos mais uma demonstração de que, se o setor crescesse como um todo, a economia nacional certamente estaria em um outro patamar e o processo de recuperação seria mais acelerado”, destaca o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins.

Análise do Trimestre em Relação ao Mesmo Trimestre do Ano AnteriorAnálise do Trimestre em Relação ao Mesmo Trimestre do Ano Anterior
Em todas as bases de comparação a construção civil cresceu e ajudou a puxar a alta do PIB do país:

Alta de 1,3% da Construção e de 0,6% no PIB no 3º trimestre de 2019 em relação ao 2º trimestre do mesmo ano.
O setor acumula alta de 1,7% de janeiro a setembro de 2019 em comparação ao mesmo período de 2018. O PIB cresceu 1,0% nesse intervalo.
O crescimento acumulado da construção é de 0,4% nos últimos quatro trimestres, quando o PIB registrou alta de 1,0%.
O 3º trimestre de 2019, em relação ao 3º de 2018 do ano passado, registrou alta de 4,4%. O crescimento do PIB foi de 1,2% no período.
Análise do Trimestre em Relação ao Mesmo Trimestre do Ano AnteriorAnálise do Trimestre em Relação ao Mesmo Trimestre do Ano Anterior
De uma forma geral, o PIB da construção civil se destacou, registrou resultados positivos em todas as bases de comparação no 3º trimestre do ano e consolidou a retomada de suas atividades, contribuindo para o crescimento da economia brasileira. “Os investimentos estão crescendo puxados pela construção, que havia caído 20 trimestres consecutivos e desde o trimestre anterior vem se recuperando, dando os primeiros passos na mudança de rota”, destaca.

Análise do Trimestre em Relação ao Mesmo Trimestre do Ano AnteriorAnálise do Trimestre em Relação ao Mesmo Trimestre do Ano Anterior
A construção responde por mais de 50% dos investimentos nacionais. “Em relação ao desempenho da economia, o resultado do PIB confirma as perspectivas de mercado de recuperação lenta e gradual. O investimento é a locomotiva que puxa o vagão do crescimento sustentado da economia. Sem investimento, a economia patina, não consegue construir as bases sólidas necessárias para o seu desenvolvimento”, avalia a economista Ieda Vasconcelos, da CBIC.

Taxa Acumulada ao Longo do AnoTaxa Acumulada ao Longo do Ano
A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) avançou 2,9% no terceiro trimestre de 2019 em relação ao mesmo período de 2018, seu oitavo resultado positivo após quatorze trimestres de recuo. Este aumento foi puxado pela construção e pela produção de bens de capital.

A FBCF também cresceu 3,0% no acumulado dos quatro trimestres terminados em setembro de 2019 em comparação ao mesmo intervalo de 2018.

O acompanhamento do tema tem interface com o projeto Banco de Dados da Construção, desenvolvido pela CBIC com a correalização do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional).

Confira vídeo com comentário do presidente José Carlos Martins:

 

Fonte: CBIC

Assessoria de comunicação

O Autor Assessoria de comunicação

A Inove Comunicação tem know-how na divulgação de eventos nacionais e internacionais e tem como missão dar, a cada cliente, visibilidade na mídia, consolidando a marca no mercado e perante a opinião pública.

Deixe um Comentário