close
Meio Ambiente

Com previsão de mais um ano de seca, O2 2015 vai abordar uso consciente da água

no thumb

LOGO - IHAB 02Conhecido pelo seu potencial hídrico, os açudes do Ceará estão secando com os efeitos estiagem. Segundo dados da Companhia Cearense de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), dos 153 açudes, 82 estão com nível abaixo de 10%. Alguns deles tidos como ícones na história do abastecimento de água no Ceará, como o Castanhão, na região jaguaribana, o Quixeramobim e o Arrojado Lisboa, em Banabuiú, considerado o terceiro maior do Estado, encontram-se com 16% 0,5 e 0,9%, respectivamente.

A média acumulada de todos os açudes atualmente é de apenas 16%. Esse é o menor nível de água dos últimos dez anos. No interior, os dados têm causado um efeito dramático ao afetar áreas como agricultura e pesca. E na Capital, aumenta o temor do racionamento, com a previsão de que 2016 pode se firmar como um ano de seca com resultados tão maiores ou iguais ao ocorridos em 1997.

Tendo em vista a situação atual pela qual passamos questões que tracem um uso mais racional e consciente da água, além de planejar um manejo mais eficiente e fazer a captação mais ágil e sábia de recursos ainda a ser explorados, englobam temas de uma discussão importante. E será para discutir questões como essas que o Instituto Hidroambiental Águas do Brasil (IHAB) promoverá, entre os dias 21 a 25 de Novembro em Fortaleza, o sétimo O2: Encontro Intercontinental Sobre a Natureza, um momento dedicado a discutir, estimular e promover o conhecimento sobre temáticas relacionadas à ecologia, meio ambiente e sustentabilidade. O tema central deste ano será “Sustentabilidade: práticas de segurança hídrica, alimentar e econômica no semiárido”.

Para Clodionor Carvalho, Presidente do IHAB, a oportunidade vai contribuir para a construção de uma sociedade que mais empenhada com questões ambientais e com maior respeito com os recursos sustentáveis. “O evento tem como objetivo discutir questões de desenvolvimento sustentável em nível intercontinental, de modo que possa contribuir para a proteção dos seres vivos”, afirmou. Nizomar Falcão, Ph.D em Engenharia Agrônoma afirma que o problema da seca têm se agravado ano após ano como resultado do mal gerenciamento hídrico no Estado, o que tem nos tornado caçadores de água. “A crise da água no Ceará, de alguma maneira, existe por uma opção política e econômica; em vez de se fazer a gestão pela demanda, se faz pela oferta. Isto, obrigatoriamente, faz com que sejamos eternos caçadores de água”.

O O2 é destinado a estudantes em geral, profissionais de todos os segmentos, além de autoridades municipais e estaduais. “O nosso evento é  destinado a todo mundo que usa água”, salienta Clodionor Carvalho. A programação é composta pelo Fórum de Líderes Intercontinentais, com a presença de lideranças de países como Chile, EUA, Austrália, Canadá, África do Sul e Colômbia, com a apresentação de casos de êxitos na área da sustentabilidade, uma Feira de Tecnologia e Produção Limpa (PROECO), além de palestras, oficinas e cursos sobre a gestão e captação das águas como “Captação de águas subterrâneas em áreas urbanas”, “Caminhos para a eficiência no uso dos recursos hídricos no semi-árido”.

A edição deste ano também vai contar com o Encontro Intercontinental de Jornalistas Ambientais, com profissionais do Ceará e de outros Estados do País dedicados a cobrir assuntos na imprensa relacionados ao meio ambiente.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas através do site www.ihab.org.br/o2015/inscricoes. A abertura oficial acontece no Parque do Cocó, com apresentações culturais ao ar livre. Toda a programação restante ocorre no Centro de Eventos do Ceará.

Maiores informações e inscrições:
Site: www.ihab.org.br/02015/inscricoes
Telefone: (85) 3253-1641 / 3262-1559

Tags : 2015AçudeÁguacearáCentro de EventosIHABO2Senge-CE
Comunicação

O Autor Comunicação

Deixe um Comentário