close
Notícias

“Cinturão vai garantir segurança hídrica para o Ceará”, afirma Camilo Santana

CAMILO-SANTANA-1

 

“A garantia da Transposição para o ano que vem, entrando no Ceará pelo Cinturão das Águas, representa a garantia de que 2/3 da população do Estado, nas regiões do Cariri, Jaguaribe, Fortaleza e Região Metropolitana, não tenham problema de abastecimento de água”. A declaração do governador Camilo Santana foi dada nesta sexta-feira (21), durante visita às obras do Projeto São Francisco e do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), na Região do Cariri. “O Cinturão vai garantir segurança hídrica para o Ceará”, confirmou ele, acompanhado do secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, do presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, e de uma comitiva de deputados estaduais.

A visita começou na Barragem de Jati, onde as águas do São Francisco entrarão no Cinturão das Águas para serem distribuídas pelo estado. O governador destacou o tempo de conclusão deste trecho da obra. “A ideia foi trazer os deputados até Jati para conhecer de perto a execução no canteiro. Os engenheiros preveem que a etapa que abrange a barragem de Jati e o Riacho dos Porcos deve ficar pronta no segundo semestre do próximo ano”.

cinturao

Missão Velha – Depois, a comitiva seguiu para o município de Missão Velha, onde visitou o Túnel Veneza. Ele faz parte do primeiro trecho do Cinturão das Águas e tem 2,3 km de extensão. No local, os visitantes ouviram as explicações dos técnicos da Secretaria de Recursos Hídricos e das empresas responsáveis sobre os detalhes da construção que recebe investimentos de R$ 1,6 bilhão. “O Túnel Veneza é o maior dos nove túneis que nosso consórcio está construindo ao longo do trecho. Já temos mais de 50 por cento concluídos e a previsão é de que até março de 2016, a obra esteja pronta e seja entregue”, disse o engenheiro civil e gerente de contrato do consórcio Ferreira Guedes & Toniolo, Busnello.

Na sua totalidade, o projeto do Cinturão das Águas prevê a construção de 1,3 mil quilômetros de canais, sifões e túneis que levarão água para 12 bacias hidrográficas do Ceará. No trecho 1, o equipamento vai beneficiar mais de um milhão de pessoas na Região do Cariri, atendendo diretamente às cidades de Jati, Brejo Santo, Porteiras, Abaiara, Missão Velha, Barbalha, Crato, Nova Olinda, Milagres, Farias Brito, Lavras da Mangabeira, Iguatu, Icó, Orós, Mauriti, Aurora, Cariús e Quixelô.

Também participaram da visita os deputados Evandro Leitão (PDT), Joaquim Noronha (PP), Leonardo Pinheiro (PSD), Zé Ailton Brasil (PP), Moisés Braz e Elmano Freitas (PT), Odilon Aguiar, Robério Monteiro e Wellington Landim (Pros), Tin Gomes (PHS) e  Naumi Amorim (PSL), além do prefeito de Missão Velha, Tardini Pinheiro, e da prefeita de Jati, Maria de Jesus, conhecida como “Neta”.

  Fotos: Franco Neto e  Marcos Studart

Fonte: Secitece


 

Temporario

O Autor Temporario

Deixe um Comentário