close
Notícias

Ceará tem 83 projetos eólicos habilitados

no thumb
Todos os projetos eólicos habilitados no Ceará para o leilão somam 2.058 megawatts (MW) de capacidade instalada
Todos os projetos eólicos habilitados no Ceará para o leilão
somam 2.058 megawatts (MW) de capacidade instalada

São Paulo/Fortaleza. O Estado do Ceará teve 83 projetos de geração de energia a partir de fonte eólica habilitados pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) para o Leilão A-5 de 2016, marcado para o próximo dia 29 de abril, que vai contratar energia elétrica para ser fornecida a partir de 2021.

Todos os projetos habilitados no Estado somam 2.058 megawatts (MW) de capacidade instalada. Ao todo, 802 projetos foram habilitados para o leilão 29.628 MW de capacidade instalada ofertados de variadas fontes, sendo a principal a eólica, com 17.131 MW oriundos de 693 projetos.

Fontes

Duas hidrelétricas vão participar do leilão, somando 111 MW, além de 52 Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), totalizando 670 MW. Ainda entre as fontes de energia renovável, 40 termelétricas a biomassa também foram habilitadas, com um total de 1.979 MW.

Completam a lista de projetos nove termelétricas a gás natural, que respondem por 7.449 MW de capacidade, cinco termelétricas a carvão (2.267 MW) e uma termelétrica a biogás (somando 1.979 MW).

Ranking

Considerando a localização dos projetos e a energia dos ventos, o Ceará, com 2.058 MW, de 83 eólicas, foi o terceiro colocado em número de projetos habilitados pela Empresa de Pesquisa Energética para o Leilão A-5.

O Ceará ficou atrás apenas da a Bahia, Estado com grande potencial eólico e que continua concentrando a maior quantidade de oferta de empreendimentos, somando 246 projetos de energia a partir dos ventos e outros quatro termelétricas a biomassa, com capacidade total instalada de 6.159 MW. Em segundo lugar, aparece o Rio Grande do Norte, com 4.169 MW ofertados, provenientes de 174 projetos eólicos.

Já o quarto colocado, bem perto do número de projetos do Ceará, é o Rio Grande do Sul, com 80 projetos de eólicas habilitados, somando 1.834 MW. O Estado também habilitou cinco Pequenas Centrais Hidrelétricas, uma térmica a biomassa e três térmicas a carvão.

Fonte: Diário do Nordeste
Foto: NATINHO RODRIGUES

Comunicação

O Autor Comunicação

Deixe um Comentário