close

destaque

destaque

Inovaconstruir, maior evento de inovação da construção civil abre inscrições

inovaconstruir
O Inovaconstruir, maior evento de inovação da construção civil, segue com inscrições abertas e os interessados em participar podem se beneficiar dos valores e condições de pagamento disponíveis no 3º lote de ingressos.

 

Na programação do evento, que se realiza entre os dias 04 e 05 de outubro no Teatro do Shopping RioMar Fortaleza, mais um case internacional confirmado: o de pré-fabricados para edifícios e casas, sistema construtivo aplicado com sucesso na Tailândia e que será apresentado no evento pela Progress Group.

 

Além dele, fazem parte da programação o complexo World Trade Center (EUA) e a Torre Allianz – Isozaki, projeto de torre sem fim ou arranha-céu sem limite construído em Milão (Itália).

Há ainda importantes cases nacionais, com os da Vitacon, Cidade Matarazzo (Grupo Allard), painéis pré-fabricados (Stamp), piso 3D (Polipox), impermeabilização com Poliureia (Brasfer), o Grupo Resek com o case da Reserva Raposo sobre a inovação em bairro planejado para o Minha Casa Minha Vida, a Masterfocus com a palestra sobre tecnologias web na construção, a Fingerprint Digital com a solução digital integrada para gestão de contratos, tabela de vendas, recebíveis e pagamentos, além da CEF Imóveis (BSB), com o case da concretagem do Yachthouse Residence Club, maior edifício residencial do Brasil.

 

Mais informações em (85) 3456.4050.

 

 

Fonte: Tv Sinduscon-CE
Leia mais
destaque

Inbec promove curso de pós-graduação em Avaliações e Perícias de Engenharia em Fortaleza

INBEC-min

O Instituto Brasileiro de Educação Continuada (INBEC) está finalizando as últimas vagas para a quinta turma da Especialização em Avaliações e Perícias de Engenharia em Fortaleza/CE.

Com Coordenação do Prof José Fiker e do Prof. José Gasparim, essa Pós-Graduação conta com a melhor equipe de professores do Brasil. Entre eles: Frederico Castelo Branco, Luís Paulo Orelli Benardi , Rafael Vieira, Jerônimo Cabral, Adriana de Assis Ragone, entre outros.

Confira as funções desempenhadas por um perito avaliador: 

Presta serviço aos bancos – Os corretores de imóveis dizem o quanto vale comercialmente um imóvel, já o perito dá o valor baseado na norma vigente (NBR 14.653) e os bancos precisam dessa informação para realizar as transações de empréstimos imobiliários. No Brasil, podemos dizer que mais de 80% dos imóveis vendidos são financiados. Ou seja, existe uma demanda de mercado agressiva nesse campo.

Presta serviço na área judicial – Pode atuar como perito judicial como assistente técnico das partes. O juiz necessita de um auxiliar para determinar o valor de um imóvel que esteja em questão.

Presta serviço na área privada – Empresas que pretendem investir, precisam saber quanto valem seus imóveis para se basear no que podem levantar de recurso. Então com a informação de um perito avaliador esse dado é dado com precisão.

O mercado é amplo, com conhecimento específico, o profissional abre um leque de opções. Podendo ofertar aos seus clientes mais um serviço dentro do seu campo de atuação.

Mais Informações:

Contato: (85) 98616-8382 TIM

Leia mais
destaque

Curso Perícias Judiciais

Arte – SENGECE – Fortaleza – E-mail Facebook

Edição Fortaleza/CE

O SENGE/CE é parceiro da Rui Juliano – Perícias e os profissionais registrados recebem 10% de desconto!

O Curso Perícias Judiciais – atualizado segundo o Novo Código de Processo Civil, é ministrado pelo Eng. Rui Juliano, perito judicial há 33 anos, e proporciona aos participantes o conhecimento da prática, da burocracia e dos elementos técnicos para a realização da perícia judicial.

Com carga-horária de 15 horas, o curso será realizado de 03 a 06 de Setembro de 2018, das 18h30 às 22h15, no SENGE/CE, localizado na Rua Alegre, 01 Praia de Iracema.

O curso oferece material didático, certificado de participação, suporte técnico gratuito após o curso e perfil no site Cadastro Nacional de Peritos.

Aproveite a chance de ingressar neste atrativo mercado!!

Inscrições e informações:

0800 600 3622 – (53) 3231 3622 ou caroline@manualdepericias.com.br

Faça já sua pré-inscrição acessando: https://www.manualdepericias.com.br/produto/curso-pericias-judiciais-fortaleza-de-03-06-de-setembro-de-2018-das-1830-as-2215/

www.manualdepericias.com.br

Leia mais
destaque

Unimed Fone: assessoria médica sem saída de casa

Unimed Fone (1) cópia

O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE), em parceria com a Unimed Fortaleza, preparou vantagens exclusivas para todos os associados. Os profissionais pertencentes ao Senge-CE que estão em dia com suas contribuições sindicais poderão agora usufruir, junto com os seus dependentes, do Unimed Fone.

Este serviço utiliza o conceito da telemedicina, reconhecido pela classe médica no Brasil e no mundo, baseado em protocolos validados pela ATA (American Telemedicine Association) e atende às resoluções do Conselho Federal de Medicina (CFM). Sua finalidade é disponibilizar de uma equipe médica de plantão para tirar dúvidas e dar orientações a qualquer hora do dia, todos os dias da semana, por telefone.

Através do Unimed Fone o beneficiário poderá ter orientações como: os primeiros cuidados a serem tomados em caso de acidentes, suporte a pacientes crônicos (especialmente hipertensos, diabéticos e crônicos pulmonares), orientação e apoio no salvamento de vidas, orientação sobre medicamentos e efeitos colaterais, apoio na compreensão da bula e explicação dos riscos da automedicação, esclarecimento de dúvidas quanto a exames e diagnósticos, orientação relacionada ao período de jejum e ao preparo adequado para exames, como também, auxílio na redução da ansiedade em situações difíceis.

Os associados que desejam utilizar o serviço poderão entrar em contato, de forma gratuita, através do número 0800-723-3333, onde o beneficiário deverá informar o número do cartão Unimed, nome completo, idade e sua necessidade, a fim de que possa ser atendido por um médico especializado. O objetivo do Unimed Fone é sempre proporcionar ao usuário informações claras, diretas e precisas, que poderão salvar vidas.

A parceria com a Unimed veio para firmar o compromisso do Sindicato com seus filiados, no intuito de garantir toda tranquilidade na hora de cuidar da sua saúde e de seus dependentes. Para quem ainda não é sindicalizado, mas deseja aderir ao plano da Unimed, basta se dirigir ao Senge-CE com a documentação necessária e se associar. Não perca tempo, garanta o melhor plano de saúde para você e a sua família.

 

Leia mais
destaque

Após dois anos de negociações, Senge-CE assina Convenção Coletiva com o Sinduscon-CE

IMG_3951

Após dois anos de negociações, o Senge-CE assina Convenção Coletiva com o Sinduscon-CE

Na tarde do dia 11 de julho, a diretoria do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE) e os representantes do Sindicato das Construtoras do Ceará (Sinduscon-CE) reuniram-se para a assinatura da Convenção Coletiva 2018/2019.

Após dois anos sem convenção e muitas negociações, ficou acertado o reajuste de 1,81% no salário de todos os profissionais, registrado a partir de abril de 2018, que deverá ser pago junto com a folha de agosto, retroativo a abril. Outra conquista para a categoria diz respeito à Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).  Agora, a empresa é obrigada a fornecer a ART aos engenheiros, que podem solicitá-la formalmente no período de vigência do contrato de trabalho. Essa nova conquista implica diretamente na vida profissional dos profissionais, pois constitui um acervo curricular que valoriza a profissão e funciona como comprovação da atuação do profissional nas obras que participou.

Foram pleiteadas ainda as homologações de rescisão de trabalho e o aumento do auxílio refeição, mas não foram deferidas. No primeiro item, o Senge-CE pediu que as homologações continuassem sendo realizadas no Sindicato, pois configura ganho jurídico tanto para a empresa quanto para o profissional, já que as questões trabalhistas são analisadas por assessor jurídico disponibilizado pelo Sindicato,  diminuindo o risco de erros e evitando futuros processos judiciais.

De acordo com o assessor jurídico do Senge-CE Vianey Martins, a Convenção expressa um avanço importante para o Sindicato e consequentemente para a classe. “Esta é uma conquista muito importante para os trabalhadores, algo que foi sendo construído ao longo das duas últimas gestões, pois tal questão, colocada em 2013, finalmente retorna novamente nesta Convenção, mas agora sendo deferida”, ressalta.

O ponto positivo dessa assinatura, segundo a presidente do Senge-CE Helena Araújo, são os efeitos da própria Convenção com as cláusulas que permanecem. “As cláusulas históricas que os profissionais já têm ao longo dos anos foram mantidas. Não tivemos perdas em relação aos acordos e as Convenções já firmadas no passado. E de avanços,nós temos para os profissionais a questão da ART, que é um pleito quase histórico da categoria”, informou. “Não foi como a gente queria, mas nesse momento, onde a conjuntura não nos favorece, nem de um lado nem de outro, não há motivo para ficarmos protelando uma Convenção que dificilmente teria mais avanços, então, fechamos o que foi possível negociar”, esclareceu.

O presidente do Sinduscon André Montenegro fala que o principal ponto da reunião foi o consenso em que chegaram as entidades. “O ponto positivo é que, após dois anos de negociações, podemos fechar essa negociação e regulamentar as relações entre o Sindicato das Construtoras e o Sindicato dos Engenheiros. O principal ponto do acordo é todo mundo chegar a um consenso e estar bem, feliz com o que assinamos hoje aqui. Isto é importante. A gente não pode é ficar sem uma relação de trabalho”, ressaltou.

Estiveram presentes representando o Senge-CE a presidente da entidade Helena Araújo; o diretor de comunicação Áulio Antunes; o diretor de assuntos jurídicos e relações trabalhistas José Luiz; a diretora de administração e finanças Teodora Ximenes, a diretora de relações institucionais e intersindicais Ana Angélica e representando o Conselho Fiscal Socorro Araújo. Participaram também do momento de oficialização do acordo o presidente do Sinduscon-CE André Montenegro e o vice-presidente da área trabalhista Fernando Pinto. A ocasião contou ainda com a presença do presidente do Crea-CE Emanuel Mota.

 

OBS: Para destaque em um quadro separado:

Segundo a 14º cláusula da Convenção:

“A empresa, quando formalmente solicitado pelo empregado na vigência do contrato de trabalho, concorda em anuir com requerimento do mesmo ao CREA para obtenção da ART – Anotação de Responsabilidade Técnica ou documento equivalente em relação aos trabalhados executados pelo profissional durante o período de vigência do vínculo empregatício, comprometendo-se também a fornecer o atestado de conclusão dos serviços efetivamente executados pelo empregado para possibilitar a obtenção de CAT”.

Leia mais
destaque

CADASTRE-SE E CONCORRA A DUAS BOLSAS COM 50% DE DESCONTO

BANNER-CONVÊNIOS-SITE-SENGE-CE 1

O SENGE-CE, em parceria com o INBEC, sorteará 02 (duas) bolsas de estudos no valor de 50% entre os associados do Sindicato . Para participar, basta realizar o cadastro.

Vale reforçar que todos os associados ao Sindicato, que estejam em dia com a anuidade 2018, têm descontos especiais em nossos cursos.

O ganhador poderá escolher entre os cursos abaixo:

– MBA em Gerenciamento de Obras e Tecnologia da Construção – Turma X (https://inbec.com.br/cursos/mba-gerenciamento-obras-tecnologia-construcao)

– MBA em Plataforma BIM – Modelagem 3D, Planejamento 4D e Orçamento 5D / 6D / 7D – Turma II (https://inbec.com.br/cursos/mba-plataforma-bim-modelagem-3d-planejamento-4d-orcamento-5d-6d-7d)

– Pós-Graduação em Arquitetura de Hospitais, Clínicas e Laboratórios – Turma II (https://inbec.com.br/cursos/pos-graduacao-lato-sensu-arquitetura-de-hospitais-clinicas-e-laboratorios)

– Pós-Graduação em Engenharia Diagnóstica: Patologia, Desempenho e Perícias na Construção Civil – Turma II (https://inbec.com.br/cursos/pos-graduacao-lato-sensu-engenharia-diagnostica-patologia-desempenho-pericias-construcao-civil)

– Pós-Graduação em Estruturas de Concreto e Fundações – Turma VI (https://inbec.com.br/cursos/pos-graduacao-lato-sensu-em-estruturas-de-concreto-e-fundacoes)

Inscrições:
Contatos: (85) 3219-0099 / 99751-0012
Maisinha
Leia mais
destaque

Ariosto Holanda ministra a palestra “Desafios do Século XXI”, na sede do Sindicato dos Engenheiros

Ariosto

O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE) recebeu na noite da última quinta-feira (17), a presença ilustre do deputado federal, professor e engenheiro civil, Ariosto Holanda. Na ocasião, Ariosto ministrou uma palestra sobre “Desafios do Século XXI” onde foram abordados temas como tecnologia, indústria, revoluções científicas, fontes de energia, desenvolvimento humano e assuntos que norteiam a evolução da engenharia e os avanços tecnológicos.

Professor durante 35 anos, Ariosto tem sua trajetória marcada pela defesa da educação e do trabalho, além de ser um grande incentivador das micro e pequenas empresas e da formação profissional e tecnológica. Foi o responsável pela implementação, através de uma emenda parlamentar, do Centro Vocacional Tecnológico instalado na sede do Senge-CE. O espaço, composto por salas polivalentes e de multiuso, veio para contribuir com a proposta de promover a inclusão social e o aperfeiçoamento profissional e técnico. Durante um período de licença, o engenheiro dedicou-se a escrever o livro “Desafios do Século XXI – Desenvolvimento Humano e Energia”. A obra tende a criticar o atual modelo econômico que prioriza o Produto Interno Bruto (PIB) e a concentração de renda em detrimento do aumento do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

O tema debatido, baseado no livro escrito pelo deputado, enfatiza a trajetória técnica e política que vem trilhando como engenheiro civil, professor universitário e como parlamentar, na luta pela melhoria da educação, da capacitação profissional e do avanço tecnológico. Através dele, Ariosto busca mostrar a importância de se discutir sobre tecnologia. “O século XXI é o século da revolução tecnológica, industrial e da inovação, com isso, novos conhecimentos surgirão, em uma velocidade assustadora, onde os mais pobres, dentro das camadas sociais, correm o risco de sofrer a mais perversa das exclusões: a do saber para o trabalho”, esclarece.

Quando questionado sobre a importância da iniciativa do Senge-CE em promover a palestra, Ariosto fala das qualidades que o profissional engenheiro precisa possuir e sobre a relevância desse trabalho no processo de aperfeiçoamento profissional. “Para mim o convite do sindicato foi muito honroso, porque me deu a oportunidade de falar para engenheiros no sentido de que eles procurassem encontrar o caminho da capacitação do homem para o trabalho. Porque Engenharia é a arte de criar, de inovar e de interferir no meio, então eu trouxe um trabalho que eu fiz do desenvolvimento do Brasil sobre energia e espero que eu tenha conseguido chegar a proposta que eu deixei encaminhada. Esse momento é resultado do meu projeto de criação, no Sindicato, de um Centro Vocacional Tecnológico para capacitar, os alunos e engenheiros para um novo trabalho que exige conhecimento”, declarou.

O evento é o marco inicial da Campanha de Valorização da Engenharia e dos Engenheiros desenvolvida pelo Senge-CE, no intuito de unir os setores público e privado afim de promover a retomada do crescimento e consequentemente fortalecimento da engenharia através da valorização das empresas, das entidades e dos profissionais engenheiros.

Leia mais
destaque

Fortaleza recebe 30ª edição do Circuito Nacional do Setor Elétrico

CINASE

Congresso de dois dias abordará temas que envolvem toda a cadeia do setor elétrico, desde a geração até o consumo.

A próxima edição do Circuito Nacional do Setor Elétrico (CINASE), tradicional congresso itinerante do setor elétrico brasileiro, acontecerá nos dias 09 e 10 de maio na cidade de Fortaleza (CE). O objetivo do evento é levar conhecimento técnico e atualizado para os profissionais da região.

O CINASE é constituído por dois dias de evento. As palestras são ministradas por especialistas com experiência comprovada em suas áreas de atuação e seguem um cronograma organizado que parte da geração até chegar às instalações propriamente ditas. Em Fortaleza, o congresso terá início com uma palestra de abertura sobre geração distribuída e o futuro do setor elétrico a ser realizada pela concessionária Enel Distribuição.

Outros temas abordados incluem: especificação de painéis de média tensão e a revisão da ABNT NBR IEC 62271-200; operação, manutenção e ensaios em subestações; qualidade de energia; energia solar fotovoltaica; andamento do processo de revisão da norma de instalações de baixa tensão, a ABNT NBR 5410; impactos da nova NBR IEC 61439-1; segurança do trabalho; e iluminação.

O CINASE é constituído por dois dias de evento. As palestras são ministradas por especialistas com experiência comprovada em suas áreas de atuação e seguem um cronograma organizado que parte da geração até chegar às instalações propriamente ditas. Em Fortaleza, o congresso terá início com uma palestra de abertura sobre geração distribuída e o futuro do setor elétrico a ser realizada pela concessionária Enel Distribuição.

Outros temas abordados incluem: especificação de painéis de média tensão e a revisão da ABNT NBR IEC 62271-200; operação, manutenção e ensaios em subestações; qualidade de energia; energia solar fotovoltaica; andamento do processo de revisão da norma de instalações de baixa tensão, a ABNT NBR 5410; impactos da nova NBR IEC 61439-1; segurança do trabalho; e iluminação.

 

Serviço:

Circuito Nacional do Setor Elétrico (CINASE)

9 e 10 de maio

Centro de Eventos do Ceará – Av. Washington Soares, 1141, Fortaleza

Mais informações: www.cinase.com.br

Leia mais
destaque

Micropartículas robotizadas monitoram ambiente e seu estômago

010180180424-proto-robos

Proto-robô

Pequenos robôs flutuantes podem ser úteis de várias maneiras; por exemplo, para sondar o intestino humano em busca de doenças ou para procurar poluentes no ambiente.

Um passo importante para viabilizar esses dispositivos foi dado com um novo casamento de materiais, combinando micropartículas biocompatíveis com a eletrônica ultrafina 2D – que usa semicondutores monoatômicos como a molibdenita ou o grafeno-, o que resultou na criação de máquinas microscópicas.

“Você pode construir circuitos eletrônicos com um único átomo de espessura, o que é incrivelmente fino. Um uso criativo que ninguém imaginou até agora é pegar esses componentes eletrônicos e enxertá-los em uma partícula coloidal. A partícula, que pode flutuar no ar como uma partícula de poeira, tem funções de computação simples. Você pode trazer esses novos componentes eletrônicos para ambientes que, de outra forma, não conseguiria acessar,” explicou o professor Michael Strano, do MIT.

Como primeiro passo, a equipe desenvolveu um conjunto de componentes eletrônicos compatível com um revestimento de uma micropartícula, formando um circuito autônomo fechado – é o que eles chamam de um proto-robô, um conceito similar ao da poeira inteligente.

Microrrobô com sensor e refletor

As partículas com tamanho de um micrômetro foram feitas com um material tido como biocompatível, conhecido como SU-8 – embora ele contenha bisfenol A. Usando litografia tradicional, sua superfície recebeu um circuito que consiste de uma fonte de energia, um sensor e um dispositivo de memória. A fonte de energia é uma célula solar de heterojunção p-n de MoS2 (dissulfeto de molibdênio) e disseleneto de tungstênio (WSe2), que pode converter luz em corrente elétrica. Tanto o MoS2 quanto o WSe2 são semicondutores 2-D, comumente incluídos em uma família conhecida como molibdenita.

O detector é um quimiorresistor, uma única camada de MoS2 projetada para alterar sua resistência elétrica em resposta a um agente ambiental. A saída elétrica é armazenada na memória, que consiste em uma camada separada de MoS2 intercalada entre eletrodos de ouro e prata.

“Nós colocamos pequenos retrorrefletores nas partículas – como os que você tem na sua bicicleta – para que reflitam a luz e nos permitam encontrar rapidamente as partículas,” descreve o pesquisador Volodymyr Koman. “Para leitura, as partículas têm conexões metálicas, como um soquete: depois de inserir dois conectores, você pode ler o estado do dispositivo.” A memória pode então ser limpa para que as máquinas em miniatura possam ser reutilizadas.

Micropartículas robotizadas

Os pesquisadores vislumbram vários usos para esses robôs em miniatura, como monitorar grandes áreas em busca de bactérias, esporos, fumaça, poeira ou agentes tóxicos, o que atualmente requer equipamentos de grande porte e caros.

“Como alternativa, introduzimos o conceito de um dispositivo eletrônico ‘aerossolizável’,” disse Koman, referindo-se à dispersão das micromáquinas na forma de um aerossol.

Ele testou esse conceito em um gasoduto simulado. As máquinas flutuantes navegaram pela câmara de teste e detectaram a presença de partículas de carbono e compostos orgânicos voláteis ao longo do duto, armazenando as informações na memória, que foram lidas quando os microrrobôs foram recolhidos no outro lado do cano.

Agora eles pretendem desenvolver partículas para aplicações adicionais, inclusive como monitores do sistema digestivo humano.

Fonte: Inovação Tecnológica

 

Leia mais
destaque

Brasileiro cria espectrômetro que cabe em um chip

010110180423-espectrometro-chip

Detecção química portátil

Uma equipe do Brasil e dos EUA miniaturizou um dos instrumentos de pesquisa mais utilizados para identificar e analisar substâncias químicas.

Usando fotônica no silício – um casamento de tecnologias que levou décadas para ser sacramentado – eles construíram um espectrômetro dentro de um chip.

Até agora, os espectrômetros de infravermelho por transformada de Fourier (FTIR, na sigla em inglês) eram volumosos, impossibilitando seu uso em campo para detecção de compostos químicos e biológicos, incluindo o monitoramento de gases de efeito estufa de forma remota.

“A tecnologia de fotônica de silício oferece uma plataforma para a fabricação de espectrômetros miniaturizados de alto desempenho e baixo custo,” disse Mário César de Souza, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), que construiu o chip fotônico com a colaboração de pesquisadores da Universidade da Califórnia de San Diego.

Espectrômetros FTIR

Os espectrômetros FTIR identificam compostos químicos irradiando um feixe de luz infravermelha sobre a amostra e medindo a quantidade de luz e os comprimentos de onda (cores) absorvidos. O padrão de absorção (espectro) fornece informações sobre a composição química da amostra.

Nos últimos anos começaram a surgir diversos projetos voltados ao desenvolvimento desse instrumento baseado na tecnologia de fotônica integrada, que utiliza especialmente luz no espectro infravermelho.

As tentativas não tinham avançado até então em razão de vários desafios técnicos, entre eles o fato de que as guias de ondas de silício são altamente dispersivas, ou seja, cada comprimento de onda viaja com uma velocidade diferente nesse material e, dessa forma, apresentam índices de refração (velocidade) diferentes. E o efeito termo-óptico – passar uma corrente sobre a guia de onda para esquentá-la – não se mostrou uma solução adequada porque as altas temperaturas tornam esta técnica não-linear, ou seja, uma mudança na temperatura altera o índice de refração de maneira não-proporcional.

Mário e seus colegas conseguiram superar essa dificuldade criando um método de calibração a laser que permite quantificar e corrigir as distorções causadas pela dispersão e não-linearidade das guias de onda de silício. Como prova de conceito, eles desenvolveram um chip de espectrômetro FTIR com 1 milímetro quadrado baseado em procedimentos-padrão de fabricação de fotônica de silício.

“Desenvolvemos um dispositivo que nem de longe é otimizado e, mesmo assim, já atinge resoluções comparáveis às dos espectrômetros portáteis comerciais existentes hoje, baseados em óptica de espaço livre,” comparou Mário.

O objetivo agora é implementar um aparelho que seja totalmente funcional e integrado, com fotodetectores, fontes de luz e fibras ópticas. “A ideia é que tanto a fonte de luz como o detector do espectrômetro sejam integrados em uma mesma plataforma,” disse Mário.

Fonte: Inovação Tecnológica

Leia mais