close
no thumb

O número de thumb-67072-engenheiros-resizedmatrículas nos cursos de Engenharia, Produção e Construção subiu 52% nos últimos três anos, mas a proporção de alunos na área, para cada dez mil habitantes, é três vezes mais baixa do que em Ciências Sociais, Negócios e Direito.

Os dados são do Censo da Educação Superior 2013, divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Educação (MEC).

Nas áreas de Ciências Sociais, Negócios e Direito, são 147,2 estudantes para cada 10 mil habitantes. Já nas engenharias, a proporção recua para 50,6 matrículas para a mesma parcela da população.

Comparação feita pelo próprio Ministério com a média de 2010 dos países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), mostra que essa proporção de estudantes de engenharias no Brasil ainda é bem inferior.

Com informações da Equipe de Comunicação da FNE.

 

Tags : Censo da Educação Superior 2013engenhariaMinistério
Comunicação

O Autor Comunicação

Deixe um Comentário